• Energia Limpa

O QUE É ENERGIA LIMPA?

Energia para todos e desenvolvimento sustentável do planeta, seria possível?



Vivemos em um mundo com grande taxa de poluição causada pela alta emissão de gases e resíduos poluentes na atmosfera. A busca por uma produção de energia mais sustentável e ecológica é de extrema importância, já que cada vez mais indústrias e consumidores tem se preocupado com questões ambientais e de qualidade de vida das pessoas.


Investimentos no uso de fontes de energia limpa, ou seja, energia que para ser gerada não lança poluentes na atmosfera são cada vez maiores.


Somente 20% da energia gerada e consumida hoje no mundo são provenientes de fontes limpas. Com impacto reduzido sobre a natureza, esse tipo de energia não interfere na poluição em nível global, bem diferente dos combustíveis fósseis, que são os meios de geração de energia mais utilizados atualmente e que vêm trazendo uma série de problemas em virtude dos gases poluentes que lançam na atmosfera.


As usinas de energia queimam os combustíveis fósseis para produzir eletricidade e, nesse processo, muitos gases de efeito estufa são produzidos, incluindo dióxido de carbono e metano. É por isso que eles são chamados de fontes sujas de energia.


São os gases de efeito estufa que estão causando o aquecimento da atmosfera da Terra, o que, segundo os cientistas, fará com que o clima mude. Entende-se que isso irá causar mais condições meteorológicas extremas, a propagação de doenças e ameaçar o habitat de todos os seres vivos.


Sem contar que essas fontes de energia não são renováveis, e um dia vão se esgotar.

Solar, vento e água são exemplos de fontes de energia limpa. Esses elementos são renováveis, ou seja, podem ser usados ​​repetidas vezes. O desafio é encontrar formas de reduzir as emissões de gases de efeito estufa quando as fontes de energia sujas são usadas para produzir energia e desenvolver o setor de energia limpa, de modo a fornecer mais e mais da energia que usamos.


O Protocolo de Kyoto, firmado com o objetivo de reduzir a emissão de gases causadores do efeito estufa e o consequente aquecimento global, foi o primeiro passo para a mudanças, mas necessita de ajustes para tornar-se um mecanismo mais efetivo.

Um fato curioso: comparado com outros países, o Brasil é um dos destaques na geração de energia de fontes renováveis.


Os tipos de energia limpa já conhecidos e utilizados são:

1. Energia Eólica: energia gerada pelas forças dos ventos;

2. Energia Solar: energia gerada a partir dos raios solares;

3. Energia Maremotiz: produzida pela força contida nas marés de oceanos e mares;

4. Energia Geotérmica: energia obtida a partir do calor proveniente do interior da Terra;

5. Energia Hidráulica: energia obtida a partir das correntezas e quedas d’água;

6. Energia Nuclear: energia liberada em processos de transformação de núcleos atômicos (reação nuclear);

7. Biogás/Biocombustível: produzidos a partir da mistura gasosa de dióxido de carbono com gás metano;

8. Biocombustíveis, tais como o Etanol (produzido a partir da cana-de-açúcar e milho) e o Biogás (produzido a partir da biomassa), Bioetanol, Bioéter, Biodiesel, entre outros.


Fonte webgráficas:

http://www.futuresparks.org.au/why-we-need-clean-energy/what-is-clean-energy.aspx

https://portogente.com.br/portopedia/84987-energia-limpa


49 visualizações